domingo, 3 de junho de 2012

PARABÉNS PLANALTINA DE GOIÁS!!!
Planaltina de Goiás
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Planaltina é um município brasileiro do estado de Goiás. Segundo o censo 2010, sua população era de 76.959 habitantes. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, em junho de 2011 registram-se em Planaltina 47.731 eleitores ou 1,18% do eleitorado de Goiás.
Histórico
Localizado a cerca de 20 quilômetros da região administrativa de mesmo nome, e a 63 quilômetros de Brasília, o município de Planaltina, apesar de ser relativamente novo, tem uma história que se confunde com a de Brasília e inúmeros problemas sociais em conseqüência do excesso populacional e da falta de critérios na sua ocupação. Com a mudança da capital federal do Rio de Janeiro para Goiás, parte do município goiano de Planaltina, que já existia há 100 anos, ficou fora do quadrilátero estabelecido para o Distrito Federal.
Para essa parte, foi estabelecido o prazo de um ano para o assentamento de uma nova sede que funcionou, provisoriamente, perto da lagoa formosa, passando depois para São Gabriel de Goiás. O primeiro prefeito desse novo município foi Francisco Muniz Pignata. Ao seu sucessor na prefeitura, Eloi Pinto de Araújo, mineiro de Dores do Indaiá-MG ,no período de 1965 a 1969, coube a iniciativa de efetivar o assentamento da nova sede do município.
O local escolhido foi a Fazenda Brasília, de propriedade de Joaquim Gonçalves,conhecido por Joaquim Mineiro. Naquela área, identificada hoje por uma pedra fundamental, iniciou-se a construção do fórum do município, em 1967, que recebeu o nome de Planaltina, resultado de um plebiscito realizado no mesmo ano. O seu início apresentou inúmeras semelhanças com a própria construção da capital federal, entre elas, o desbravamento do cerrado capitaneado por um mineiro; os barracos de madeira que a princípio abrigaram os primeiros habitantes e os principais órgãos públicos municipais.
Por essas e outras coincidências, o município recebeu o apelido de "Brasilinha". "Estão construindo uma Brasilinha", diziam,conforme lembra o advogado Dirceu Ferreira Araújo, mineiro, detentor de um importante acervo de fotografias e documentos históricos e com o conhecimento de causa de quem mora na região desde 1955, sem contar o fato de que é filho do prefeito a quem coube o assentamento do município. Mas as coincidências com Brasília não param por aí. A cidade também tinha um planejamento de urbanização, com a área a ser ocupada previamente definida, de forma a facilitar a implantação dos serviços públicos básicos.
Essa área previa a ocupação, nos próximos 50 anos, de 22 mil lotes que abrigariam cinco pessoas, em média, o que significaria uma população de cerca de 110 mil habitantes em 2017. Em menos de 30 anos, a população já atingiu os 80 mil habitantes, de acordo com estimativas locais, que questionam os dados do censo de 1991, indicando uma população de apenas 42 mil habitantes[carece de fontes?].
Referências
  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. a b Dados do Censo 2010 publicados no Diário Oficial da União do dia 04/11/2010 -. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (04 de novembro de 2010). Página visitada em 18 de junho de 2011.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Estatísticas Eleitorais - Goiás -. Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (Informações atualizadas em 11/06/2010). Página visitada em 14 de junho de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário